Como criar uma WebQuest

Não há uma fórmula pronta para a criação de uma WebQuest. Tudo depende da sua metodologia de ensino. Mas mesmo assim, aponta-se aqui um possível caminho para sua criação:

  1. Defina tema e fontes
  2. Defina a tarefa
  3. Determine as fontes
  4. Estruture o processo e recursos
  5. Escreva a introdução
  6. Escreva a conclusão
  7. Finalize a primeira versão
  8. Reveja o WebQuest
  9. Utilize outros materiais

1. Defina Tema e Fontes

WebQuest é uma investigação cujas fontes são, sobretudo, informações veiculadas no ciberespaço. Assim, a primeira coisa a fazer é imaginar conteúdos de saber que possam ser aprendidos com o apoio de recursos existentes na rede mundial de computadores. Mais concretamente, para definir o tema deve:

  • Escolher um assunto cujo desenvolvimento pode melhorar as aulas.
  • Situar o assunto escolhido no currículo.
  • Imaginar uma abordagem que crie interesse.
  • Assegurar-se de que há fontes suficientes (e adequadas aos alunos) na Web.

 2. Definição da Tarefa

2.1 Examinar algumas Tarefas de boas WebQuests. Pesquise na página http://www.phpwebquest.org/ sites portugueses que utilizam o webquest. Dentro de cada um deles existem a vários exemplos de webquests.

2.2 Dar asas à imaginação.

Fuja do convencional. Esqueça o que faz normalmente na sala de aula. Imagine trabalhos que os alunos possam produzir e que, ao mesmo tempo, sejam situações dos fazeres quotidianos da vida em sociedade.

2.3 Discuta as suas ideias com amigos, professores ou orientadores.

Teste suas ideias. Exponha-as para ver como as pessoas reagem. Procure auxílio. Troque ideias. Tudo isso pode enriquecer o seu trabalho.

A tarefa deverá ser algo que os alunos possam fazer. Outro cuidado: escolha coisas que acontecem ou podem acontecer no mundo em que vivemos. Se possível, evite coisas muito escolares como seminários, palestras, questionários etc.

 3. Determine as Fontes

As fontes preferenciais de informação devem ser recursos disponíveis na Internet. No âmbito do tema escolhido, há material suficiente (e adequado aos alunos) no espaço Web. Chegou a hora de filtrar esses recursos para ficar apenas com aquelas referências que vai utilizar na Webquest. Talvez seja conveniente resolver se será necessário utilizar recursos offline. Para tanto, deve:

1. Examinar os endereços Web já selecionados.

2. Verificar se há mais endereços que valha a pena considerar.

3. Filtrar tudo e ficar apenas com aquilo que realmente interessa.

4. Julgar conveniência ou necessidade de utilizar fontes não disponíveis na Internet (livros, revistas, folhetos, artigos, discos, vídeos etc.)

5. Estabelecer a lista de recursos (on e off line) que acha adequada para a consecução da Tarefa.

 4. Estruture o processo e recursos

Agora é preciso elaborar o roteiro que irá ajudar os alunos a obterem bons resultados na Tarefa. Lembre-se de que o Processo é uma espécie de receita, indicando passo a passo a direcção que os alunos deverão seguir. Outra coisa: os recursos que seleccionou serão apresentados na medida que os alunos necessitarem deles. Não há, obviamente, uma única forma de estruturar Processo e Recursos, mas as indicações que seguem reflectem modos de fazer de muitos produtores de WQ’s. Na estruturação de Processo e Recursos, convém:

1. Especificar expectativas quanto ao trabalho em grupo.

Como regra, WebQuests são processos de investigação conduzidos por um grupo. O modo de trabalhar dos grupos a serem constituídos dependerá da natureza da tarefa, de particularidades  interessantes, de dinâmicas adequadas para a WQ. Por isso é importante estabelecer com clareza a constituição do grupo, como a dinâmica que deverá ocorrer etc.

2. Definir papéis dos componentes do grupo quando for o caso.

Na maioria das WebQuests, a Tarefa exige visões diferentes do problema. Geralmente isso é representado por papéis característicos cuja representação garante estudos baseados em diferentes olhares. É por essa razão que convém definir bem as características de cada papel ou personagens que você criar.

3. Estabelecer os passos a serem seguidos no estudo das fontes (Recursos) e na elaboração do produto ou produtos resultantes da Tarefa.

5. Escreva a Introdução

Após ter uma boa ideia do que os alunos irão fazer. Já estruturou uma sugestão de como fazer que, certamente, irá ajudar os alunos a elaborarem certos saberes. Chegou a hora de elaborar a Introdução. Nessa parte da WQ, deve:

1. Escrever um texto dirigido aos alunos.

Converse com o grupo. Seja direto. Use linguagem clara e compreensível.

2. Motivar os utilizadores da WQ.

O texto da introdução deve funcionar como aqueles pequenos trechos que acompanham manchetes de jornais: diretos, provocantes, envolventes, motivadores.

3. Ser breve

Como regra geral, introduções são textos de um ou dois pequenos parágrafos. Muito raramente a Introdução poderá ser algo mais elaborado.

4. Evitar desmotivação

Muita gente escreve introduções como se estas fossem a primeira parte de livros didáticos tradicionais. Entre outras coisas, dão explicações etimológicas, resumem o que vai ser apresentado, contam alguma história exemplar. Essa é uma prática centrada no assunto, não nos leitores. Fuja desse modo tradicional de escrever introduções.

 6. Escreva a Conclusão

À semelhança da Introdução, a Conclusão deve ser algo claro, breve e simples. Para concluir a WQ convém seguir uma ou mais das seguintes direções:

1. Reafirmar aspectos de interesse registrados na Introdução.

2. Realçar a importância daquilo que os alunos aprenderam.

3. Apontar caminhos que podem ajudar os alunos a continuarem estudos e investigações sobre o tema.

 7. Finalize a primeira versão

A WebQuest está praticamente pronta. Basta agora rever o texto, escolher uma ou outra imagem para embelezar, etc.

 8. Rever Webquest

Antes de considerar pronto o seu trabalho, convém testá-lo de alguma forma. Pode fazer isso com um pequeno grupo de alunos; ou pode pedir que dois ou três colegas seus avaliem o seu trabalho.

Use Uma Rubrica Para Avaliar WebQuests.

www.webquest.futuro.usp.br/recursos/comoavaliar.html

Imprima o material e entregue-o aos seus avaliadores. Depois deles preencherem a folha de avaliação, faça os devidos acertos no seu material.

 9. Utilize outros materiais

Faça sempre pesquisas e acompanhe outros modelos de WebQuest. Essa pesquisa permitirá que você consiga ter novas idéias para desenvolver sua própria WebQuest.  Segue alguns links abaixo:

http://webquest.sdsu.edu/

http://www.webquest.futuro.usp.br/

www.ese.ips.pt/abolina/webquests/quest/index.html

www.divertire.com.br/artigos/dodge1.htm

http://webquest.org/search/

 Espero que essas informações possam realmente ser de grande ajuda para entender um pouco mais sobre WebQuests.

Dúvidas entre em contato e lhe ajudarei o mais rápido possível.

Abraço, Sucesso e Paz.


Aprenda Passo a Passo a fazer Retrospectivas de Casamento, Aniversário, infantis e muito mais!

 

4 Comentários

    • Olá Douglas, tudo bem?
      Obrigado por ler o post e por também compartilhar seu conhecimento com seu comentário.
      Claro que sim. Fica aqui a sua dica.
      Obrigado, Deus lhe abençoe.

  1. Lufua Nzolamoso Miko

    Obrigado pela ajuda que poderam me da na criação deste website

    • Olá Lufua Nzolamoso Miko, obrigado pelo contato e fico contente que a informação postada aqui possa ter lhe ajudado. Muito Sucesso, Deus lhe abençoe.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *